banner004
Preparação para a cirurgia

Um check-up completo do ponto de vista cardio-vascular, com exames de sangue, exames radiológicos do torax, eletrocardiograma, entre outros,  são fundamentais para garantir o máximo de segurança durante a cirurgia. Após os exames, o paciente deve ser avaliado e liberado para a cirurgia por um médico cardiologista.

Exames clínicos necessários:

- Sangue: - Hemograma completo
  - Coagulograma
  - Sódio
  - Potássio
  - Uréia
  - Creatinina
  - Glicemia
- Raio X do Torax (PA/Perfil)
- Eletrocardiograma
- Risco cirúrgico (avaliação do cardiologista)

Exames pré-operatórios específicos do nariz e seios paranasia devem ser considerados como rotina, como a tomografia computadorizada e a endoscopia nasal, indispensáveis para se determinar e avaliar a função nasal e suas características anatômicas internas, podendo-se assim diagnosticar alterações ocultas, sub-clínicas, e corrigi-las na mesma oportunidade da cirurgia plástica do nariz.

Dentre os principais exames no nariz estão:

Tomografia computadorizada

A melhor maneira de se examinar um nariz é através da tomografia computadorizada. Esse exame de imagem radiológica permite a avaliação da cavidade nasal interna, sua relação com as estruturas diretamente anexas, como as órbitas, a fossa cerebral anterior, a coana e a cavidade oral. Permite conhecer a anatomia dos elementos internos da cavidade nasal, como o septo, os cornetos inferiores, e os cornetos médios. É o melhor exame para se visualizar e estudar a morfologia anatômica e a saúde dos seios paranasais, sua relação com a base anterior do crânio, com a estrutura óssea facial, as arcadas alveolares e os dentes. 

Gustavo Gosling

Endoscopia nasal

A endoscopia da cavidade nasal é um exame corriqueiro, que deve fazer parte da propedêutica de rotina de qualquer avaliação nasal. O exame endoscópico da cavidade nasal não se compara em importância com a tomografia quando se trata de avaliação pré-operatória. Entretanto, nos mostra a qualidade da mucosa nasal, sua coloração, textura e turgidez. Aponta também para a presença de secreções, crostas e lesões, além de estabelecer o diagnóstico de desvio de septo, hipertrofia de cornetos, hipertrofia de adenóide, sinusites agudas, sinéquias nasais, perfuração septal, e status pós-operatório.

Gustavo Gosling

Rinomanometria Computadorizada

A rinomanometria é um exame dinâmico, calcula o fluxo nasal de ar e a resistência à passagem do ar. Baseia-se nas pressões aéreas de ar inspirado e expirado do paciente, sendo assim, um exame dinâmico e funcional. Pode mostrar disfunções da válvula nasal interna.

Gustavo Gosling

São recursos diagnósticos modernos e importantes para os casos de pacientes com queixas de obstrução nasal, fundamentais para determinar a estratégia cirúrgica.

O paciente só estará pronto para a cirurgia após uma minuscioso estudo da face e nariz, identificação das alterações nasais internas, exames complementares e avaliação do cardiologista.

É muito importante que o paciente possa esclarecer todas as dúvidas referentes ao procedimento, os cuidados antes e depois da cirurgia, possíveis complicações da cirurgia, ainda no consultório.

Cirurgião deve ser informado pelo paciente sobre dados relevantes quanto à sua história pregressa, como: cirurgias anteriores, alergias, doenças prévias e uso de medicamentos (principalmente a aspirina). Lembrar que certos medicamentos como os que contêm AAS, anticoagulantes e fórmulas para emagrecer contra-indicam a cirurgia.

É certo que tabagismo, o uso de tóxicos, drogas e álcool são fatores que eventualmente não impedem a realização de cirurgias, mas podem determinar complicações pós-operatórias como necrose de pele, alterações de cicatrização e sangramento excessivo. Esses hábitos deverão ser evitados por um período de no mínimo 3 semanas antes e depois da cirurgia

Deve-se prestar atenção ao jejum,  respeitado pelo período mínimo de oito horas previamente à cirurgia.

Seguir as orientações pré operatórias do seu médico é fundamental para a realização de uma cirurgia segura e sem intercorrências.